Consultoria e Treinamento Empresarial

  • Home
  • MQS
  • Equipe
  • Eventos e Cursos
  • Produtos
  • Artigos
  • Imprensa
  • Galeria de fotos
  • Contato
  • (13) 3288-2946

    Últimos Artigos

    A arte de perdoar

    Por: Sônia Arruda - convidada, 25/05/2010

    A condição de cura de nosso interior passa por este caminho...

    Perdoar é libertar-se.

    O perdão é o veículo usado para corrigir as percepções equivocadas e nos ajuda a livrar-nos do medo. É uma opção que nos leva a renunciar o Passado para curar o Presente

    Errar é humano: nem sempre é tão fácil ouvir isto, e principalmente perdoar alguém e mais ainda nos perdoarmos.

    Perdoar é um processo e não é instantâneo Ao assumirmos alguma coisa em termos muito pessoais, passamos a alugar muito espaço na mente para o problema. Ao culparmos alguém pelo que sentimos, nosso poder se transfere e criamos uma história sobre a Mágoa. Por Irás do processo está a tendência de criarmos regras não executáveis, que o mundo ou outra pessoa deveriam seguir. O Perdão acontece mediante a anulação de cada um dos estágios do processo relacionado à mágoa. Aprendemos a equilibrar o lado impessoal do sofrimento com o lado pessoal, o que, a maioria das vezes, significa assumir algo doloroso em termos menos pessoais. Assumimos a responsabilidade por como nos sentimos quando alguém nos faz sofrer. Finalmente, mudamos a história sobre a mágoa para uma história sobre o perdão, na qual nos tomamos o herói e não a vítima. Significa que embora ferido, v. opta por se magoar e sofrer menos, onde v. se toma parte da solução. Ao perdoar nossa auto-estima se desenvolve, ficamos mais fortes e aprendemos o que é bom ou não para nós. Passamos do enfrentamento de uma dor profunda até o reconhecimento do que nos magoou ou nos frustrou até a busca da aceitação, resgate e recuperação de nosso objetivo positivo mais profundo, o restabelecimento de nosso caminho sagrado.

    Por tudo isso considero uma arte que todos temos como habilidade, a ser treinada e desenvolvida. Tal processo criativo sugere que nos desapeguemos do que nos magoou no passado e transcendamos os opostos bem e mal.

    É preciso: calma, tolerância e dedicação amorosa para acolher cada sentimento que surge ampara­-lo, ouvi-lo e depois darmos espaço para novas e mais positivas experiências, restabelecendo o contato com o lado sadio da vida. Nem sempre é fácil. Muitas vezes precisamos compartilhar essa dor com alguém de confiança. É preciso tempo para deixar de ser vítima, tornar-se responsável por si mesmo, sem culpar o outro.

    Todos sentem o sofrimento provocado por amigos, amantes, familiares ou sócios Em cada situação na qual se criou uma mágoa, reagimos com inabilidade por não termos conseguido o que queríamos. Podemos perder tempo e a vida, mas podemos ter novos ganhos, se não formos rígidos, e se auto-condenação não superar a realização.

    O perdão não significa reconciliação ou esquecimento, mas encontrar a paz de espírito, ficar mais responsável por como nos sentimos, aprendendo a assumir os acontecimentos dolorosos em termos menos pessoais, reconectando-se a sua intenção positiva. Significa mudar a historia sobre a mágoa, escolhendo melhores decisões para orientar a vida, largando a raiva e o ressentimento.

    É uma opção para encontrar a paz e viver com plenitude ao invés de ficarmos paralisados na dor e frustração do passado ao invés de buscar uma vida mais saudável e feliz.

    O Perdão faz com que se desprendam de nós todos os pensamentos que parecem nos afastar uns dos outros. Sem esta crença podemos chegar à nossa própria cura e estender o Amor curativo a tod9S. Perdão é a experiência de paz e compreensão que pode ser sentida no momento presente. Há perdão quando você desafia regras rígidas que tem em relação ao comportamento das outras pessoas, e quando concentra sua atenção nas coisas boas da sua vida, não nas más.Freud disse:" É preciso amar para não adoecer", o que podemos acrescentar: É preciso perdoar para não adoecer.
     



    Sônia Arruda - convidada
    Psicóloga clínica

    « Voltar